Tragédias Aéreas Recriadas – T01E01 – 737 Max

Tragédias Aéreas Recriadas – T01E01 – 737 Max

O voo 610 da Lion Air estava a apenas 13 minutos de Jacarta quando mergulhou no mar. Este foi o primeiro acidente fatal do 737 MAX, matando todas as 189 pessoas a bordo.



Tags:

O Voo Lion Air 610 foi um voo doméstico programado de passageiros do Aeroporto Internacional Soekarno-Hatta, em Jakarta, para o Aeroporto Depati Amir, em Pangkal Pinang, na Indonésia. Em 29 de outubro de 2018, o Boeing 737 MAX que operava a rota caiu no Mar de Java 13 minutos após a decolagem, matando todas as 189 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes. Foi o primeiro grande acidente envolvendo a nova série de aeronaves Boeing 737 MAX, introduzida em 2017, e o maior número de mortes em qualquer acidente ou incidente envolvendo uma aeronave da série 737, superando o Voo Air India Express 812 em 2010. Foi o acidente mais mortal da história da Lion Air, superando o Voo Lion Air 538 em 2004, que matou 25 pessoas, e o segundo acidente aéreo mais mortal na Indonésia, atrás do Voo Garuda Indonesia 152.

As equipes de busca e resgate do governo indonésio encontraram destroços e restos humanos logo após o acidente, em uma área de 280 km de largura. A primeira vítima foi identificada dois dias depois da queda. O gravador de dados de voo foi encontrado em 1º de novembro e recuperado para análise. Um membro da equipe de resgate voluntária morreu durante as operações de recuperação.

Investigações preliminares revelaram sérios problemas de controle de voo que traumatizaram passageiros e tripulantes no voo anterior da aeronave, bem como sinais de falhas de um sensor de ângulo de ataque (AoA) e outros instrumentos em voos anteriores, ligados a uma falha de projeto envolvendo o Sistema de Aumento de Características de Manobra (MCAS) da série MAX. Como resultado, a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos e a Boeing emitiram avisos e recomendações de treinamento para todos os operadores da série MAX para evitar que o MCAS cause problemas semelhantes. No entanto, esses avisos não foram totalmente implementados, e problemas de projeto também foram suspeitos de terem sido envolvidos no acidente do Voo Ethiopian Airlines 302 em 10 de março de 2019, levando à proibição global de todos os aviões 737 MAX.

O acidente foi investigado pelo Comitê Nacional de Segurança nos Transportes (NTSC), que publicou seu relatório final em outubro de 2019. O NTSC encontrou nove fatores que contribuíram para o acidente, sem atribuir precedência entre eles.

14 comentários sobre “Tragédias Aéreas Recriadas – T01E01 – 737 Max

  1. Cavok, primeiramente, obrigado por disponibilizar, mas o Mayday anterior da Martinair DC-10 de Portugal não está carregando a página. Está tudo branco…

  2. Muito bom, parabéns pelo trabalho em postar. No meu notebook o vídeo ficou engasgando no Chrome, mas foi só eu assistir pelo Edge que ficou super fluido e em full HD. Se acontecer o mesmo com alguém, basta assistir por outro navegador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *